sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Alemanha





A Alemanha é um Estado federal da Europa central membro da União Europeia. A Alemanha é limitada a norte pelo Mar do Norte, pela Dinamarca e pelo Mar Báltico, a leste pela Polónia e pela República Checa, a sul pela Áustria e pela Suíça e a oeste pela França, Luxemburgo, Bélgica e Países Baixos. A capital da Alemanha é Berlim e a língua nacional oficial é o alemão.


A História da Alemanha

A língua alemã e o sentimento de pertença à nação alemã existem há mais de mil anos, mas o país conhecido agora como Alemanha só foi unificado em 1871 em Versalhes, quando o Império Alemão, dirigido pela Prússia, foi constituído. O Sacro Império Romano, que existiu desde o século VIII d.C. até 1806, é considerado o primeiro Reich alemão (Reich = Império, em alemão, termo usado para descrever os sucessivos períodos históricos do povo alemão). No momento de maior extensão territorial, o Império incluía o que são hoje a Alemanha, a Áustria, a Eslovênia, a República Tcheca, o oeste da Polônia, os Países Baixos, o leste da França, a Suíça e partes da Itália central e setentrional. A partir de meados do século XV, passou a ser conhecido como o "Sacro Império Romano da Nação Germânica". O Império Alemão de 1871-1918 é chamado de o Segundo Reich, de modo a indicar a sua descendência do império medieval. Segundo o mesmo raciocínio, Adolf Hitler referia-se à Alemanha Nazista (1933-1945) como o Terceiro Reich. Para os propósitos deste artigo, o termo "germanos" será usado para referir-se ao grupo ou grupos étnicos oriundos da Idade do Bronze Nórdica, que falavam línguas germânicas e ocupavam a chamada Germânia. A partir do período histórico do Sacro Império, será empregado o termo "alemães" para designar os habitantes do Império.
16 mundos na Alemanha Cada um dos 16 estados é um mundo de experiências próprias, sejam cidades-estados como Bremen e Hamburgo, a capital Berlin, ou os outros estados. Em qualquer parte você encontra magníficas cidades, aconchegantes vilas e relaxantes paisagens naturais. Tire alguns minutos para si, e faça uma viagem virtual pelos estados alemães a partir de Schleswig-Holstein até a Baviera, e de Renânia do Norte-Vestefalia até a Saxônia. Aprenda a culinária peculiar de cada região. Descubra os segredos históricos e ultramodernos das cidades alemãs, ou explore o lado romântico e excitante da Alemanha, que inclui milhares de eventos, desde o contemplativo mercado de natal até as agitadas festas populares. Mate sua curiosidade sobre o país e seus habitantes. Os estados alemães estão esperando por você!

História dos estados

A Alemanha sempre foi dividida por estados, mas seu mapa mudou de forma no decorrer dos séculos. As mudanças mais significativas nos tempos modernos são resultado das guerras de Napoleão no início do século XIX, a guerra Austro-Prussiana de 1866, a primeira e a segunda guerra mundial. Com isso a Alemanha foi dividida, e o maior estado do país, a Prússia, foi separado. A maioria dos estados que hoje conhecemos, foram estabelecidos após 1945, mas algumas das antigas fronteiras e características e tradições étnicas foram mantidas. Até a reunificação da Alemanha em 1990, a República Federativa era composta por onze estados, os quais foram criados antigamente na região ocidental e entre os anos de 1946 e 1957 adotaram a política democrática. Na região soviética, a qual mais tarde tornou-se a República Democrática Alemã, formaram-se cinco estados, que logo tiveram a centralização do poder. Após a primeira eleição livre em 18 de março de 1990, 5 novos estados foram criados, com fronteiras de acordo com as do período anterior a 1952. Em 3 de outubro de 1990 a República Democrática Alemã, e portanto os estados de Brandemburgo, Mecklemburgo-Pomerônia Ocidental, Saxônia, Saxônia- Anhalt e Turíngia uníram-se à República Federal; os lados ocidental e oriental de Berlim foram unificados.

Deixe-se levar pelo agito das grandes cidades da Alemanha

Ao lado da capital Berlin, a Alemanha comporta várias metrópoles regionais nas quais cultura e história se espelham. Cidades com caracteres diversos e inconfundíveis acolhem todo o tipo de gente. Não só construções modernas e antigas ou monumentos históricos são atrações turísticas, mas também a cultura alemã em si. Diversas tradições e mentalidades formam sua vida cultural,
sua agitada vida noturna, a variedade de eventos, o comércio e a gastronomia.

Rotas de férias na Alemanha

Ao todo, são mais de 150 rotas turísticas de caráter paisagista ou temático. Inúmeras dessas rotas foram traçadas ao longo de trajetos históricos usados por comerciantes ou como estrada militar, há centenas de anos atrás. Muitas das rotas pitorescas são até hoje temática histórico-cultural. Ao lado dessas rotas temáticas, existem as famosas rotas turísticas que passam por paisagens muito atrativas. A história das Rotas de ViagensA mais antiga das Rotas, a Rota Alemã dos Alpes, foi fundada em 1927. Designadas principalmente para atrair os turistas individuais, a maioria dessas rotas foi fundada depois de 1946, nos estados originais da recém formada República Federal da Alemanha. Sob o ponto de vista estrangeiro, a Rota Romântica, fundada em 1950, é até hoje a rota mais conhecida. A Rota dos Contos de Fada e a dos Castelos também são mundialmente famosas. As rotas alemãs permitem a interessante possibilidade de se conhecer os estilos de vida na Alemanha.

Rota Romântica - Para todos aqueles que querem se apaixonar

Natureza, cultura e hospitalidade são, há mais de cinqüenta anos, a marca registrada da Rota Romântica. Trata-se da mais antiga, conhecida e preferida das rotas turísticas alemãs, estendendo-se do Rio Meno até os Alpes, no estado da Baviera. O nome "Rota Romântica" exprime aquilo que muitos dos visitantes sentem quando contemplam as cidades medievais ou o castelo dos sonhos "Neuschwanstein": fascinação e uma volta sentimental aos tempos antigos. A Rota Romântica desvenda ao visitante, desde Würzburg até Füssen, a riqueza da história, arte e cultura ocidental. Durante o percurso, de norte a sul, a paisagem se alterna entre vales que abrigam o curso dos rios, terras cultivadas, florestas, pastagens e finalmente as montanhas alpinas e os castelos reais. As pequenas e médias cidades exibem construções magníficas: monumentos arquitetônicos que se mantiveram inalterados durante séculos a fio, ao lado de simples moradias de camponeses e casas burguesas. Para o observador, a viagem de 350 km ao longo da Rota Romântica aparenta ser uma breve incursão ao longo do tempo. O percurso, que hoje une 27 cidades, surgiu a partir de uma rota comercial construída pelos romanos, a "Via Claudia Augusta", que ligava o norte da Itália à cidade de Augsburg. Ao longo desta via
floresceram numerosas comunidades durante a Idade Média.

De volta à infância na rota dos contos de fadas

Seja bem vindo ao mundo dos corajosos príncipes, das graciosas fadas, dos singelos camponeses, do "Gato de Botas", da "Chapeuzinho Vermelho" e de todos os outros personagens maravilhosos dos contos de fadas alemães dos irmãos Grimm. Seja bem vindo à rota de 600 km de comprimento que vai de Hanau à Bremen, onde de vez em quando se tem a impressão de que vai se deparar com algum personagem de contos de fada pelo caminho. Se você passar pela torre de inverno Werraland, com um pouco de sorte, você poderá ver a "Sra. Holle" sacudindo seus lençóis. Embrenhando-se na Floresta Rheinhardswald, passando por um castelo cinza, chega-se no endereço da "Bela Adormecida". Na terra da montanha do Rio Weser, atrás das sete montanhas, era o local onde moravam os sete anões e onde os "Saltimbancos" se encontravam para juntos iniciarem o caminho à liberdade. Não só as cidades de Hanau, Marburg, Göttingen, Minden e Bremen são belas como contos de fadas, mas também as cidades no estilo enxaimel de Hessen, o "jardim da prosperidade da Alemanha" na parte superior do rio Weser, a floresta de Spessart e o parque de Kassel Wilhelmshöhe. Não se pode esquecer das inúmeras paisagens turísticas ao seu redor: oito parques naturais e diversas paisagens de reserva natural se encontram na rota, que segue por suaves paisagens de altitude média e que se revezam com o prado frutífero do rio e as extensas planícies verdes do norte. Na rota alemã dos contos de fadas você vai se sentir criança novamente.

Uma viagem panorâmica pelas montanhas

A Rota Alemã dos Alpes, originalmente uma das mais antigas rotas turísticas, segue alternadamente pelas montanhas dos Alpes em Lindau, do Bodensee à Berchtesgaden, pelo Königsee e evidentemente por cerca de 450 km de belas paisagens pelo interior do país. Fazem parte dela diversos vilarejos primitivos, 21 lagos pitorescos, 64 renomadas estâncias termais, 25 respeitáveis palácios e castelos assim como a riqueza única da cultura e natureza da região de Allgäu e dos Alpes da Baviera. Os adoradores de esportes sobre rodas, Fun-Sports (aventura, esportes aquáticos passeios de balão, asa delta) esportes de inverno, etc., cultura e bem-estar tem seu lugar garantido na região, assim como nas caminhadas pela fauna e flora. Exuberantes vielas e casas no estilo enxaimel aguardam você em Lindau e Oberstaufen. O único Schroth-spa da Alemanha, os spas de Sonthofen e Hindelang com suas casas enfeitadas com flores, a cidade de Garmisch-Partenkirchen com seus esportes de inverno e a Zugspitze, o Palácio Linderhof, o mosteiro Ettal, com o seu famoso licor além dos lagos Sylvensteinsee, Schliersee, Tegernsee. Cidades como Bad Reichenhall ("Romantic Wedding in Bavaria" seguindo o trajeto de Mozart com a possibilidade de um romântico casamento no Salão de Mármore do Palácio Mirabell, em Salzburg), vilarejos das montanhas de Ruhpolding e Reit im Winkel, tal como a pitoresca cidade de Berchtesgaden com o lago Königsee; a famosa arquitetura de St. Bartholomä, a mina de sal, entre outras, são apenas algumas das atrações que a Rota tem a oferecer. Essa extraordinária rota é uma experiência inesquecível para todos.

Rota do Goethe: nos rastros de um poeta viajante

Para Goethe, "viajar" significava mais do que simplesmente uma mudança de local. Seu trabalho era tão versátil quanto a rota que leva o seu nome. A rota Goethe liga os mais importantes aspectos da vida e do trabalho do poeta. Ao passar pelas diversas regiões; de Frankfurt, Erfurt e Leipzig, experimentamos as paisagens e bens culturais da região, que gravam as obras e as personalidades de Goethe. A rota inicia na cidade natal do poeta: Frankfurt/Main. Uma cidade que viveu pelos seus contrastes e pelo seu espantoso programa cultural. Não somente a casa onde Goethe nasceu é ponto de visitação, mas também locais de importância histórica como a igreja "Paulskirche" ou o "Römer", antiga prefeitura da cidade, que gravam uma impressão duradoura. Adiante, a rota conduz a paisagens sonhadoras até Fulda. Em 1765, aos 16 anos de idade, Goethe se encantou pelas atrações da cidade, como por exemplo, a igreja "Michaelskirche" ou o castelo da cidade. Nessa época, já escrevia poesias inspirado pela atmosfera da região. Mais ao norte, alcançamos Eisenach: uma cidade que deve a sua fama ao histórico castelo "Wartburg". As tarefas de Goethe como político e seus interesses como naturalista, o levaram freqüentemente para esses lados. Até hoje essa região lembra muito os viajantes da vida palaciana e cultural dos séculos passados. Passando por Erfurt, onde Goethe se encontrou pela primeira vez com Napoleão, em outubro de 1808, chegamos à cidade na qual Goethe tem ligação mais próxima: Weimar, "cidade cultural da Europa de 1999". Goethe viveu aqui de 1775 até sua morte. No túmulo dos príncipes, encontra-se o seu sarcófago, ao lado de Friedrich Schiller, um dos seus maiores parceiros poetas. Uma das maiores atrações de Weimar, na rota, é a casa de verão de Goethe, no Ilm, onde ele escreveu partes de "Iphgenie". Até os dias de hoje Weimar é considerada centro de vida intelectual e cultural. Em Jena, alcançamos a penúltima estação da nossa viagem poética. Uma cidade muito importante na vida de Goethe, na qual ele se entreteve profundamente entre 1775 a 1830. Aqui ele conheceu Friedrich Schiller. Não só os memoriais de Goethe e seu primeiro marco histórico fazem de Jena uma grande experiência. O Jardim Botânico e a coleção mineralógica, que se formaram sob sua administração, não podem faltar no programa. Finalizando a rota , está Leipzig, a "pequena Paris", como Goethe a chamou certa vez. Aqui o jovem escritor estudou direito de 1765 a 1968. Apenas pelo fato de que a obra mais conhecida de Goethe foi criada aqui, a cidade já adota um status especial.Visite entre outras a impressionante adega "Auerbachs Keller" e as igrejas Nikolai e Thomaskirche, em Leipzig.

Rota do Patrimônio Industrial
Até hoje Nordrhein-Westfalen é o coração da indústria pesada na Alemanha. O rio Ruhr, no sul, o Lippe, no norte e o Rhein, no oeste, marcam a estrutura geográfica da região, e a cidade de Hamm marca a margem externa do leste. A região do Ruhr é a maior área industrial na Alemanha e na Europa, onde mais de 5 milhões de pessoas vivem em uma área de 4.400 km². A importância econômica dessa região deve-se originalmente à exploração de minas de carvão de pedra e, em conseqüência disso, às indústrias associadas, principalmente as de ferro e aço. Barões do aço como Krupp e Thyssen, estabeleceram aqui os seus impérios. Hoje, as batidas do coração desse centro industrial tornaram-se mais lentas - o Vale do Ruhr passou por mudanças estruturais que permitiram com que o comércio e os serviços coexistam ao lado das tradicionais indústrias que, aliás, já se excederam em diversos lugares. Uma densa rede de ruas, estradas de ferro e córregos, atravessa a região do Ruhr, na qual as colônias e indústrias se fundem sem apresentarem fronteiras definidas. Atualmente o Vale do Ruhr oferece inúmeras oportunidades de recreação em seus diversos lagos artificiais e parques. Graças aos atrativos técnicos e as indústrias que continuam operando, assim como aos seus museus, a região do Ruhr é um atrativo destino turístico. Ao longo da "Rota do Patrimônio Industrial", fundada em 1999, você terá a oportunidade de conhecer essa interessante região industrial. Em um percurso de 400 km de comprimento, a rota liga atrações únicas de 150 anos de história industrial ao dias de hoje. No "Safari Industrial", você pode aprender mais sobre "química e energia", jardins e parques, "a natureza industrial" ou "marcos artísticos". O safari oferece 25 rotas temáticas que podem ser percorridas a pé, de carro ou de bicicleta. Com uma pequena taxa pode-se alugar uma bicicleta "Revier Bike" de cor laranja, chamativa, luminosa, no estilo standart, de alta qualidade, no Revier-Rad-Servestation. Não há indicações nessa rota - encontre você mesmo o caminho fazendo o seu próprio trajeto através dessa magnífica região.

Rota do vinho: 85 km de degustação

A segunda maior área de produção de vinho da Alemanha se estende ao longo da Rota do Vinho, a primeira e mais conhecida rota turística de vinho do mundo. Ela inicia em Bockenheim, percorre Bad Dürkheim, Deidesheim além de muitas outras cidades, e termina em Schweigen-Rechtenbach.Aos arredores da França, esse canto do sudeste da Alemanha, com 188 horas anuais de sol, oferece um ambiente tipicamente mediterrâneo, onde amadurecem até figos, kiwis e limões. Pitorescos e sonhadores vilarejos e saborosos vinhos te convidam para ficar um pouquinho mais. Os vinhos produzidos na região são secos ou semi-suaves. Aqui há incontáveis vinharias, pubs, bistrôs e restaurantes gourmets onde você pode desfrutar da cozinha típica da região. Não deixe de provar o prato nacional palatino "Saumagen".
Restos de colônias romanas, ruínas de castelos, palácios e palacetes esperam os visitantes. Os resquícios de primitivas viniculturas podem atrair os interessados em excursões por caminhos romanos. Bad Dürkheim te espera com particularidades, como o maior barril de vinho que suporta 1,7 milhões de litros de vinho. Ele é utilizado em restaurantes podendo servir até 650 pessoas. O maior festival de vinho do mundo, o peculiar "Wurstmarkt", ocorre todo ano em outubro nesta cidade. Os simpáticos e receptivos moradores do local aguardam a sua visita.

Rota Limes: seguindo os passos dos antigos romanos do Reno (Rhein) até o Danúbio (Donau) - o maior monumento cultural da Alemanha


Acompanhando o curso da "obergermanische-rätischen Limes", do Reno até o Danúbio, a Rota Limes, em um percurso de 700 km entre Rheinbrohl/Bad Hönningen até Regensburg, conduz o visitante a uma volta ao passado romano da região e deixa uma impressão marcante àqueles que por lá passam. A "obergermanische-rätischen Limes", as fronteiras demarcadas por fossos, trincheiras, paliçadas, muros, torres e fortes são um dos maiores monumentos arqueológicos da Europa Central. Há também museus: alguns são prédios que protegem as ruínas romanas, com textos explicativos no local de cada descoberta, outros sítios arqueológicos próximos a construções de Limes onde ruínas encontradas foram reconstruídas e restauradas. Fronteiras continuaram a ser construídas e fortes erguidos na Alemanha, até o ano 260/270 D.C, quando o império romano chegou ao fim. Um verdadeiro paraíso para arqueólogos amadores e historiadores. Mais de 70 cidades e vilas se uniram para formar a Rota Limes, de forma a proteger esse patrimônio. No Parque Ecológico Nassau, os amantes da natureza irão se encantar com a trilha Limes, que vai de Hillscheid até o forte Holzhausen, um dos lugares mais preservados. Os amantes do ciclismo por sua vez podem passar pelos atrativos romanos através da ciclovia Limes, com 700 km de extensão e poucas áreas irregulares. Ao longo de toda rota o turista não irá encontrar somente cidades atrativas ou vilas pitorescas, mas também renomados spas e resorts. Além das atrações romanas, atrativos naturais se sucedem por todo o caminho: da Reserva Natural do Reno através do Vale do Lahn, das montanhas Taunus, do Wetterau, do Vale do Meno, da floresta Odenwald, da floresta da Francônia - Suábica, dos alpes suábicos, do lago da Nova Francônia, do Parque Natural Altmühtltal até o Danúbio. De abril a outubro os visitantes podem participar de diversos eventos tipicamente romanos: visitas guiadas, excursões, festivais gastronômicos e dias com atividades romanas, etc. Em todos os momentos dessa viagem e por todos os lugares onde passarem, os turistas podem esperar de seus anfitriões uma recepção calorosa acompanhada de delicias culinárias.

Rota dos castelos: Mitos e Lendas de Loreley e porque é tão bela a região do Reno


Aqui, na região central do Vale do Reno, onde o rio majestosamente traçou o seu caminho por entre as montanhas de Hunsrück e Taunus, é destaque entre a paisagem a mundialmente famosa Loreley. O vale estreito, as indomáveis águas do rio e os ecos cheios de mistérios contribuíram para o surgimento da lenda Loreley, uma sereia loira que sentada sobre as rochas, com sua beleza e canto sedutor, encantava e trazia à perdição os marinheiros que por ali passavam. O mito é ancestral, mas Loreley ainda existe, claro, não mais aquela que conduzia os marinheiros e seus barcos para junto aos penhascos. A cada dois anos a mais bela entre as moças da região é escolhida para ser a bela sereia. Essa terra de muitos castelos e rica cultura permaneceu intocada e pouco mudou durante séculos. Os muitos castelos construídos no alto das margens do Reno ou o Castelo Pfalzgrafenstein, que foi erguido em uma ilha no meio do rio próximo a Kaum, levam os visitantes à realmente acreditar que voltaram ao tempo dos cavaleiros. De Kaub a Kestert, os 56 km da Rota Loreley e dos Castelos levam o visitante a uma viagem por bem preservados marcos e monumentos do tempo e da história. No Castelo "Maus" que já foi um privilégio especial para os então senhores de castelo, há sempre algo especial. A fortaleza é um antigo centro medieval de falcões e águias onde diariamente os visitantes podem assistir demonstrações instigantes. Festivais de vinho e vindimas são acompanhados por regalos culinários, teatro, seminários sobre vinicultura, festivais locais, assim como, eventos de musica clássica, rock e pop no Loreley Teatro, a céu aberto. Em setembro acontece no Loreley o "Rhein in Flammen" ("Reno em chamas"), um grande espetáculo de fogos de artifício e "Entdecken den Mythos Loreley" ("Descubra o Mito Loreley") no parque regional e no Centro de Visitação. Fazem parte também das atrações da região inúmeros castelos e palácios que pelo seu passado cheio de vicissitudes deixaram por todos os lados sua marca. Despedir-se do charme das margens esquerda e direita do pai Reno certamente não será tarefa fácil. Há diversas maneiras de se descobrir esse rio multifacetado e colorido: de bicicleta, através de caminhadas (por exemplo, na trilha Rhein-land-Pfalz ou Trilhas IVV), de barco, de trem ou mesmo de carro. Deixe-se enfeitiçar pela lenda Loreley. Todos que aqui passam alguns dias terão para sempre guardado na memória, como um tesouro, lembranças maravilhosas.


Dicas de viagem



Hospedagem

Na Alemanha há uma grande variedade de meios de hospedagem que variam de quartos privativos para férias até hotéis super luxuosos. Mesmo os hotéis de categorias inferiores e preços mais baixos são controlados e seguem padrões, de modo que sempre se pode esperar o mínimo de conforto necessário em hospedagem. As organizações hoteleiras regionais e os departamentos de turismo locais publicam os seus próprios catálogos de hotéis. As reservas podem ser feitas diretamente no sistema de reservas dos hotéis, nas organizações hoteleiras, aeroportos e organizações de turismo. Agências de turismo também trabalham em conjunto com os hotéis.

Hotéis

Por toda a Alemanha existem hotéis das mais variadas categorias. Você pode pernoitar tanto em apartamentos luxuosíssimos, em hotéis de categoria média como também se hospedar em pequenos hotéis econômicos. De Flensburg até Munique, de Aachen até Dresden existem hotéis que irão satisfazer suas necessidades de acordo com os critérios estabelecidos pelos padrões de classificação hoteleira Alemã, como por exemplo os luxuosíssimos e recheados de estrelas (um dos critérios de classificação), Accor, ArabellaSheraton e Maritim.
Pensões e Pousadas Além de hotéis em todas as categorias é possível em quase todos os lugares da Alemanha encontrar também uma infinidade de pensões e pousadas. Elas oferecem uma ótima oportunidade de desfrutar férias econômicas em um ambiente familiar.
apartamentos e casas de férias Não importa se um final de semana ou férias com toda a família: confortáveis villages, apartamentos e casas de férias oferecem hospedagem econômica nos mais belos cenários alemães. Tal opção vem se tornando incrivelmente popular, uma vez que oferece uma atmosfera única e agradável de hospedagem a baixos custos.

Bed & Breakfast e Hospedagem privativa

Os "Bed & Breakfast" são uma alternativa econômica para os hotéis e pensões convencionais. Aqui voce passa a noite em aconchegantes quartos de hóspedes. "Seja bem vindo!", é como você é calorosamente recebido pelos seus anfitriões, que lhe oferecem um agradável e confortável ambiente. O café da manhã é preparado especialmente para você de acordo com os seus desejos e preferências. Seus anfitriões ainda lhe prestam toda assistência fornecendo dicas e informações sobre a região, sendo esse contato a melhor forma de conhecer bem a cultura e costumes da terra e do seu povo.

Albergues da Juventude

Na Alemanha os albergues da juventude estão de portas abertas para todos, não importando a idade. Para curtas visitas ou longas estadias, os albergues são ideais para todo estilo de pessoas e atividades. Entre os hóspedes se incluem pessoas sozinhas, grupos de esportistas, eco-turismo e turismo de aventura; jovens, famílias, esquiadores, assim como de vez em quando grupos para seminários e conferências. No entanto os albergues da juventude têm uma regra: são somente para associados. Você pode solicitar o seu cartão de associado diretamente na Associação Alemã de Albergues da Juventude ou nos próprios albergues.

Camping

Em seu trailer, motor home ou mesmo dentro das quatro "paredes" de sua barraca você sente-se em casa em qualquer um dos lugares mais bonitos da Alemanha. Por alguns dias ou algumas semanas as mais exuberantes paisagens na frente da sua porta o farão relaxar e se refazer da agitada vida cotidiana. A Alemanha oferece uma infinidade de campings em áreas escolhidas especialmente para isso pela beleza que possuem. Nas suas férias você pode escolher entre agitadas áreas de camping (desenvolvidas especialmente para turistas) ou para estadas mais longas, lugares tranqüilos e mais distantes da agitação dos grandes centros de férias, localizadas entre as mais belas regiões alemãs. O clima perfeito para camping espera por você. O verão na Alemanha tem um clima ameno e as noites são frescas, mas não frias. Nos últimos anos os padrões de serviços, variedade de ofertas, conforto e equipamentos alcançaram um nível muito elevado. A variedade, singularidade e beleza das áreas para camping na Alemanha certamente irão superar suas expectativas.

Férias na fazenda

A estação mais gostosa do ano bate a sua porta. Então, é hora de escolher para onde ir. Seja para onde for, as fazendas lhe esperam para dias de férias repousantes e sem preocupação. Nas fazendas, ao invés do anônimo e agitado dia a dia da cidade, você poderá vivenciar uma hospitalidade aconchegante e personalizada, além da agradável atmosfera do campo. Nas caminhadas, pescando, andando de bicicleta ou a cavalo você repõe suas energias para enfrentar a rotina diária da cidade e encontra inspiração para novas descobertas e modo de viver. Seus anfitriões o receberão com mimos e delícias locais como o aroma de pão quentinho recém saído do forno, queijos e lingüiças de fabricação própria, assim como vinhos e sucos produzidos na própria fazenda. As fazendas proporcionam ainda atividades diversificadas tanto para jovens como para os mais velhos. Você pode escolher desde acomodações com ou sem alimentação, até apartamentos ou casas de férias, locais especiais para férias com crianças, haras ou vinhedos. Independente do local que você escolher ficar, uma coisa é certa, seus anfitriões farão de tudo para que você tenha as férias de seus sonhos. Mais informações no site: http://www.landtourismus.de/.


Meios de transporte

Com o carro através da Alemanha

Quando estiver viajando de carro, você encontrará uma rede de auto-estradas altamente moderna e eficiente. Mais de 700 restaurantes e hotéis à beira da estrada, quiosques e postos de gasolina abertos dia e noite para os viajantes estão localizados na rede alemã de auto-estradas, que tem cerca de 11.000 km2. Limite de Velocidade: Para veículos de passeio sem reboque, fora do complexo urbano, a velocidade máxima é de até 100 km/h. No perímetro urbano o limite sinalizado é de até 50 km/h. Nas auto-estradas, a velocidade aconselhada é de até 130 km/h. Veículos com reboque (trailers, por exemplo) podem rodar apenas nas auto-estradas e rodovias com velocidade máxima de 80 km/h. Regras Importantes: O uso do cinto de segurança dianteiro e traseiro é obrigatório. Para crianças de até 4 anos é obrigatória a cadeira para crianças e, para crianças até 12 anos, almofadas próprias.Motoqueiros devem usar capacete. O limite de álcool no sangue é de até 0,5.Os clubes de automóveis colocam à disposição do turista que viaja de carro, as informações necessárias para iniciar sua viagem.

Descubra a Alemanha de ônibus

Viajar de ônibus na Alemanha é muito confortável e agradável. Você viaja em assentos confortáveis, sem ter que prestar atenção no trânsito. Motoristas responsáveis e bem-treinados encarregam-se disso para você. Seja um pacote turístico, uma viagem longa ou estando em transporte público urbano, o ônibus possibilita uma viagem confortável, onde você poderá vivenciar e aproveitar cidades e paisagens. Incline seu assento e aproveite a paisagem diversificada através das janelas do ônibus. Ou então visite uma das famosas cidades alemãs. Embarcar e relaxar - no ônibus suas merecidas férias começam, assim que você acomodar-se confortavelmente em seu assento. Além disso, você viaja em um transporte que respeita o meio ambiente. A Federação Internacional de Operadoras de Turismo de Ônibus (RDA) oferece a você uma relação de operadoras, classificada por estados, com informações sobre viagens de ônibus que você pode consultar. Essas operadoras podem lhe oferecer viagens temáticas, excursões e "clubtours". Por meio delas, você também pode organizar sua própria excursão.

Aeroportos da Alemanha

Mais de 100 companhias aéreas internacionais levam à Alemanha. A Lufthansa oferece vôos mais freqüentes e versáteis, juntamente com seus parceiros da Star Alliance, que oferecem rotas internacionais e planos de vôo que ligam a Alemanha com 700 destinos no mundo inteiro. Lufthansa - Informações e reservas: Tel. + 55 11 3048.5800.

Trem - Planeje sua viagem facilmente

A "Deutsche Bahn AG" mostra a você como planejar a sua viagem passo a passo e como usufruir das férias com a ajuda dos serviços de trem, desde o início da sua viagem. Para mais informações em inglês clique aqui.
Viagens de navio na Alemanha

Você pode descobrir a Alemanha de navio. Desfrute a beleza paisagística e arquitetônica em meio à natureza intacta. Aproveite as fantásticas paisagens naturais, que passam por castelos e vinícolas, e visite as famosas cidades e regiões. Visite também "O encanto das paisagens fluviais da Alemanha" (em inglês) e descubra a diversidade fascinante dos rios da Alemanha.



Informações Úteis



A Alemanha está localizada no coração do continente Europeu e se liga aos seus vizinhos - França, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Polônia, Republica Checa, Áustria, Suíça e Luxemburgo através de uma das malhas viárias (rodovias, ferrovias, rios e rotas aéreas) mais avançadas do mundo. Vôos diretos ligam a maior parte das cidades européias, bem como cerca de vinte cidades americanas e canadenses, a Frankfurt (o aeroporto de maior tráfego do continente europeu), Munique, Berlin, Düsseldorf, Hamburgo e Stuttgart. Nas próximas páginas você encontra uma série de informações úteis para tornar sua viagem à Alemanha ainda mais agradável.

Quando ir

As viagens para a Alemanha são populares o ano todo. Vestindo-se adequadamente para o clima, predominantemente ameno, temperado, você estará perfeitamente confortável. As temperaturas no verão variam de 70º - 85º F (20º - 30º C), as temperaturas no inverno variam de 30º - 50º F (-1º - 10º C ). Na primavera e no outono as temperaturas ficam no meio termo.

Moeda

A troca de moeda estrangeira ou "travelers checks" para Euros (€) pode ser feita em bancos, aeroportos, centros de transportes e hotéis. Os americanos utilizam cartões ATM para sacarem Euros em toda a Alemanha, 24 horas por dia. Cartões de crédito são geralmente aceitos. Os preços incluem VAT ("value added tax" - impostos) de 16%. Peça um formulário VAT quando fizer uma compra muito grande e apresente a sua mercadoria quando partir da Europa para receber o reembolso do VAT pago.

Gorjetas

As taxas de serviços estão sempre incluídas, ou serão automaticamente adicionadas nas contas de: hotéis, restaurantes, cafés e bares. Um adicional de 5 - 10% indicará que você esteve especificamente satisfeito com o serviço. Gorjetas para carregadores de mala podem ser de € 1 por mala. Motoristas de táxi recebem gorjetas de aproximadamente 5% do valor da corrida.

Horários

A Alemanha está 6 horas à frente do horário padrão da costa leste dos Estados Unidos e 4 horas à frente do horário de Brasília.

Horários Comerciais

Compras: normalmente das 9:00 às 18:00 hrs de segunda a sexta. Aos sábados a maioria das lojas fecha entre 16:00 e 20:00 hrs. Pouquíssimas lojas abrem aos domingos.Bancos: normalmente das 8:30 às 13:00 hrs e das 14:00 às 15:45 hrs de segunda a sexta.Alguns bancos ficam abertos até mais tarde às quintas-feiras.Farmácias: normalmente das 9:00 às 18:00 hrs, aos sábados das 9:00 às 12:30 hrs. Fecham aos domingos. Em todas as cidades há farmácias de plantão abertas 24 hrs por dia. Peça maiores informações no hotel.Museus: Geralmente fecham às segundas-feiras.


Turismo sem barreiras


Com esse lema, a Alemanha oferece inúmeras possibilidades de viagens a portadores de limitações motoras. Cada vez mais, ofertas de alojamentos, instalações e equipamentos de serviços e atividades estão à disposição. Essas facilidades servem tanto para turistas portadores de alguma limitação física, quanto para famílias com carrinhos de bebê e idosos. Nesta página você vai encontrar links para as organizações e associações, que dão todo apoio necessário na organização e planejamento de suas férias na Alemanha. Nos sites dessas organizações você encontra muitas informações úteis, tais como centros de serviços, outros sites, etc; que irão auxiliar com informações sobre férias sem barreiras na Alemanha. Pessoas com deficiência visual ou auditiva, por exemplo, encontram valiosas informações para suas férias sem barreiras na Alemanha. O ano de 2003, "ano europeu das pessoas com limitações", juntamente com uma competição nacional, "Bem vindos às férias- tempo das famílias sem barreiras", trouxe avanços com a descoberta das ofertas sem barreiras na Alemanha. São 38 anunciantes, que se destacaram nessa competição, oferecendo informações com maiores detalhes na Associação de Turismo.

Ofertas

Por toda a Alemanha você encontra cidades e regiões com instalações e meios de hospedagem que se adequam às necessidades dos turistas com necessidades especiais. Aqui você encontra (em inglês), uma lista de opções de atrativos adequados.
A
BSK, Associação de Ajuda aos Portadores de Deficiência Física, organiza viagens. Cada viagem é acompanhada por assistentes, todos os hotéis e passeios são previamente avaliados de acordo com suas capacidades. Você pode obter as brochuras "Hotels, Pensionen, Ferienwohnungen" e "Reise ABC" ( viagem ABC) através do site da BSK. A NatKo é a central de atendimento para perguntas sobre o tema "Viagens sem Barreiras". Ela é mantida por grandes organizações de portadores de limitações físicas,que juntamente com seus parceiros, trabalham soluções e melhorias nas viagens e possibilidades de férias a esse tipo de público. Quem pretende fazer uma viagem destas, encontra na internet a página da NatKo, http://www.natko.de/, diversas informações sobre o tema "turismo para todos". Nesse site você vai encontrar opções e endereços de centrais de informações a portadores de dificuldades locomotoras, assim como endereços de agências de viagem que possuem programas personalizados para esse público. A BAG cbf (associação dos clubes dos portadores de limitações físicas e amigos) possui uma lista de cidades alemãs que são receptivas a turistas portadores de necessidades específicas. O site you-too informa ao público sobre a acessibilidade dos estabelecimentos. Isso facilita a viagem de portadores de limitações fisícas e aposentados. Informa também sobre possíveis alojamentos e endereços de atrativos adaptados a suas necessidades.


Turismo gay

A emancipação de gays e lésbicas teve ínicio na Alemanha no final do século XIX. Em 1985 Karl Heinrich Ulrichs apoiou os direitos homossexuais, em seu discurso, no dia dos advogados, em Munique. Magnus Hirschfeld estabeleceu o primeiro Instituto Científico para a Pesquisa sobre a Homossexualidade em Berlin, no ano de 1987. Além disso, a cidade de Berlin também detém o primeiro museu gay do mundo. Qualquer pessoa que se interesse pela história de gays e lésbicas perceberá que a atual sociedade, aberta e liberal, não tem absolutamente nada em comum com o passado sombrio da época do nazismo. O que restou dos campos de concentração em Dachau e Sachsenhausen são tão somente memórias da época entre 1933-1945, durante a qual homens gays eram perseguidos e mortos. Desde o final do 3° Reich, a igualdade para gays e lésbicas tem tido grande progresso. Desde 1969 na Alemanha Ocidental (e desde 1968 na Alemanha Oriental) o homossexualismo não é mais punível por lei. Houve muita mudança na Alemanha desde a queda do muro de Berlim, no dia 09 de novembro de 1989 - também para a comunidade gay. Os "Ossis" e "Wessis" (habitantes da antiga Alemanha Oriental e Ocidental) aprenderam a conviver juntos, sem se preocuparem se seus parceiros gays ou lésbicas vinham do Leste ou do Oeste. Todavia, a vida de gays e lésbicas vem tomando um rumo diferente na Alemanha Ocidental do que aqueles da Alemanha Oriental, basicamente devido aos diferentes sistemas sociais entre eles: antes do homossexualismo ser legalizado na Alemanha Ocidental, o amor homossexual já havia sido permitido na Alemanha Oriental, apesar de não ser divulgado pelo governo. Nesse meio tempo, os bairros gays e lésbicas emergiram nas principais cidades da Alemanha. Eles se caracterizam por apresentarem infra-estruturas funcionais com bares, restaurantes, serviços de consultoria e informação especialmente dirigidos para gays e lésbicas. Os clubes de lazer e outras organizações também se especializaram na clientela de gays e lésbicas. O papel mais importante do mundo digital de gays e lésbicas é o das revistas regionais e urbanas, disponíveis em lojas, restaurantes e bares voltados para a comunidade de gays e lésbicas. Os guias de informação turística, na maioria das principais cidades alemãs, também contêm material informativo específico para visitantes gays e lésbicas.

Sejam bem vindos à Alemanha para gays

A Alemanha é o destino ideal, especialmente para gays e lésbicas: a comunidade gay vem se desabrochando nas principais cidades, assegurando que visitantes, de todas as partes do mundo, sejam recepcionados calorosamente, todos sob uma bandeira da cor do arco-íris. Os destinos turísticos mais importantes podem ser encontrados aqui; a Alemanha tem muito a oferecer, não somente nas grandes metrópoles, mas também fora delas. As próximas páginas oferecem uma visão geral de tudo o que pode ser encontrado, portanto, junte-se a nós neste passeio pela Alemanha para gays e lésbicas.
Berlin - a capital Gay

A cidade de Berlin sempre deu boas vindas aos gays, desde a época em que Magnus Hirschfield lançou o seu Instituto de Pesquisa sobre o "Terceiro Sexo", situado em Berlin, no ano de 1897. Na década de 30 a atmosfera exuberante de Nollendorfplatz era o lugar ideal para as pessoas que queriam ver o movimento e serem vistas. Marlene Dietrich e Christopher Isherwood, o criador de Sally Bowles, personagem de Cabaret, certamente apreciavam isso. Hoje em dia, bandeiras do arco-íris são erguidas em toda a cidade, inclusive em diversos estabelecimentos dos bairros recentemente revitalizados na Berlin Oriental. Berlin tem de tudo - de bares excêntricos a clubes de sexo pesado.

Colônia - carnaval gay

Quando os romanos se instalaram às margens do rio Reno, nunca teriam imaginado que a cidade de Colônia se transformaria em um ponto para gays. A única coisa que liga as duas culturas atualmente é a existência de casas de banho somente para homens - apesar da versão moderna do estabelecimento encorajar frequentadores a se divertirem muito mais do que simplesmente ficarem imaculadamente limpos. Situada em um província a oeste do Reno-Westfalia do norte, a cidade de Colônia (ou Köln como é mais conhecida pela população local) é uma cidade de negócios exuberante, primordialmente conhecida pelos turistas pela sua gloriosa catedral e sua cultura carnavalesca, que segue de novembro até a quarta feira de cinzas. Portanto, seja bem vindo! Você pode nunca mais querer sair daqui.

Frankfurt - Gays nas alturas

Se você está indo para a Alemanha a partir de uma cidade do continente americano, você provavelmente chegará pelo Aeroporto Internacional de Frankfurt. Por ser o segundo mais movimentado aeroporto e portal de entrada para a Alemanha, é um local conveniente para se fazer conexões para todos os pontos do país, de avião ou de trem. Há uma estação de trem da Deutsche Bahn dentro do terminal do aeroporto. Quer você tenha um hora ou um dia para passar na capital econômica da Alemanha há muito para se fazer, com muito conforto e estilo. Uma cópia da revista gay local, a Gab, oferece todos os detalhes a respeito de qualquer evento gay que esteja ocorrendo nos arredores da cidade. Retire uma revista gratuitamente em qualquer estabelecimento gay da cidade.

Hamburgo - o porto gay

Hamburgo é o maior porto da Alemanha, e a cidade é totalmente construída em volta da água. A cidade de Hamburgo, a metrópole mais gay do norte da Alemanha, tem muito a oferecer. Uma das cidades mais verdes do país, a cidade portuária desabrocha nos meses mais quentes do ano, com suas fragâncias e exuberantes parques, campos verdes e um maravilhoso lago situado bem no coração da cidade. Considerada a capital nacional da indústria dos meios de comunicação, as ruas de Hamburgo oferecem espaço para muitos escândalos e fofocas, e você certamente terá a oportunidade de aparecer na primeira página de alguma revista ou nas manchetes do noticiário local. As festividades da capital do couro da Europa chegam ao seu pico no mês de agosto, quando o maior evento de couro chega à cidade, juntamente com uma festa quentíssima realizada dentro de um navio atracado em frente a alguma praia da cidade. Que os vegetarianos e amantes de carne de vaca fiquem bem avisados para se manterem longe de toda essa parafernália. Reserve os ingressos e quartos de hotéis com bastante antecedência, se não quiser perder toda esta agitação.

Munique - a rainha do sul

Certamente a cidade mais linda da Alemanha, Munique é uma jóia reluzente situada na maior e mais próspera província da Alemanha, a Bavária. Mundialmente famosa pela celebração anual da Oktoberfest e pela sua cerveja, Munique é uma cidade pitoresca situada a apenas uma hora de distância dos castelos dos contos de fadas do louco Rei Ludwig II (o qual, segundo a lenda, era amigo de Dorothy) e dos resorts de inverno nos Alpes alemães.

Aí vamos nós!

Quatro estações - um só destino. Onde quer que você esteja na Alemanha, é sempre época para alguma coisa. Quer seja a Weinfest (festival do vinho), Carnaval (conhecido como "Karneval" ou "Fasching"), ou outras feiras e festivais, há uma grande variedade de entretenimentos oferecidos durante o ano todo. Noites quentes de verão, o romântico e tranquilo "autumnal idyllic", os mercados de Natal, fortemente iluminados e regados a "gingerbread" (pão de gengibre) e "Glühwein" (vinho quente) - a Alemanha tem de tudo. Até mesmo a proverbial febre da primavera se espalha entre os jardins e parques floridos. A Alemanha sob o signo do arco-íris oferece mais variedades do que qualquer outro país. Uma grande variedade de atrações culturais, beleza cênica e uma comunidade gay, altamente organizada, oferece a gays e lésbicas a oportunidade de experimentarem uma memorável viagem curta ou relaxantes férias.




Super dicas


VISITE LINDAU
Não perca a oportunidade de conhecer este maravilhoso local, à beira do Lago Constance, entre a Alemanha, Suíça e Austria. Paisagens lindas. Vale apena ficar ao menos um final de semana.

MUNIQUE NO VERÃO
Se você estiver no verão, em Munique, aproveite para ir até Bad Tölz. Trata-se de uma estação de esqui, onde, quando não há neve, pode-se subir caminhando até o topo da montanha. A paisagem é deslumbrante (podendo-se ver os Alpes ao fundo) embora a montanha tenha 2.300 metros e a subida seja um pouco cansativa. Nada de meter medo! Se preferir, pode-se ir de teleférico, que funciona mesmo no verão. Na descida, pode-se fazer uma refeição barata em um restaurante típico com paisagem de colinas, vaquinhas malhadas e tudo mais. Ainda podemos descer a montanha em um trenó que tem carrinhos especiais para o verão e inverno, e de graça! Obviamente, se for inverno a estação de esqui estará funcionando, mas aí dependerá da sua habilidade de esquiador (se você é brasileiro, provavelmente essa não é a sua praia!), além de aluguel de equipamento, instrutores, etc.

HACKSCHER MARKT
Estando em Berlim não deixe de visitar o Hakesche Hoefe e o Hackscher Markt, principalmente à noite, quando o bairro ferve. Lá você encontra discotecas mais cool, restaurantes, cinemas, bares entre outros. Vale a pena uma visita. Pra chegar lá pegue o S-Bahn Hackescher Markt ou o metro Rosenthaler Str.

AOS AMANTES DA CERVEJA
Em Berlim uma boa dica pros amantes da cerveja é uma visita a Luisen-Braeu. Fica em frente ao castelo de Charlottenburg, que também merece uma visita e a cerveja é deliciosa e feita no local. Pegue os ônibus 109 ou 145. Ou se você preferir um Biergarten, um dos mais visitados e mais antigo da cidade é o Prater. Só está aberto entre abril e setembro. Fica localizado no bairro de Prenzlauer Berg e a rua é a Kastanienallee.

ESCULTURA DE 3 MIL ANOS
Estive no ultimo fim-de-semana em Berlin e Dresden, que foram, talvez, as cidades alemãs mais destruídas na II guerra mundial. Impressionante! Pura história; tudo muito interessante. São duas cidades que merecem ser visitadas. A minha dica é sobre Nefertite, uma escultura de 3 mil anos de idade; talvez uma das artes mais famosas existentes na Terra, igualando-se em importância à Monalisa ou Vênus de Milo. Normalmente ela é exposta no museu egípcio de Berlin, entretanto este se encontra fechado para reformas, e suas obras estão expostas no Altesmuseum. Entrada por 8 euros (4 euros para estudante). Boa viagem e boa sorte aos mochileiros!

COMO CONHECER BERLIM
Uma boa dica pra conhecer Berlim é descer na estação de metrô Alexander Platz (onde fica a praça de mesmo nome c/ aquele relógio q mostra o horário de várias cidades do mundo). De lá vc já consegue ver a torre da RDA, seguindo em frente tem a Rathaus (prefeitura) e vários monumentos e prédios históricos terminando na Parisier Platz onde fica o Portão de Brandeburgo. Os prédios são magníficos, a av. Under den Linden é muito bonita, enfim, uma aula de historia a céu aberto! Detalhe: consegui fazer esse roteiro seguindo as dicas do Guia do Viajante Independente!

PASSEIO DE ÔNIBUS
Pra quem não tem a mínima noção do que fazer em Berlim em pouco tempo, aí vão minhas dicas: pegue o ônibus n.100, ele passa pelo Parlamento Alemão, o "Gross Stern" e perto do "Brandenburgerger Tor", esses são pontos por onde todos os turistas tem que passar! Ainda existem 3 "pedaços" do muro de Berlim espalhados em pontos diferentes da cidade, então (com um mapa e falando um alemão básico) não será difícil de encontrar esse grande monumento histórico. Outro ponto é a "Gedächtniskirche" (uma igreja que foi atingida por uma bomba na II Guerra Mundial. Indo a esses locais já da para conhecer muito de Berlim e sua história.

PÔR-DO-SOL E CERVEJA
Alemanha: região do Reno. Complementando a informação sobre o "Por-do-Sol". A melhor Altbier, tirada na hora do barril é a da cervejaria Uerige, que conta também com ótimo serviço (garçons servindo um chope atrás do outro, como no Brasil). Um pouco mais caro, mas moderno e sofisticado é o Bar am Kaiserteich, ao lado do Museu K21. Ótimos drinks, decoração meio psicodélica em harmonia com a proposta do museu (arte moderna) Se você vai passar um tempo na região, não deixe de reservar 1 dia para a pequena Bad Münstereifel, aos sul de Bonn. Cidadezinha medieval cercada por uma muralha do temo da ocupação romana na região, cortada pelo riacho Erft e rodeada por muita natureza.Muita gente se hospeda ali para assistir o Grande Prêmio da Europa de Fórmula 1, em Nürburgring.

TROPICAL ISLAND
A moda agora na Alemanha é uma "praia fechada" perto de Berlim: o Tropical Island!! Quem for visitar a capital não pode deixar de ir nesse paraíso que foi inspirado no Brasil e na Indonésia. Realmente vale a pena ir lá conhecer!

EM BERLIM
Onde ficar: Circus hotel - um dos mais modernos da cidade, tem internet, café, bar, emprestam livros, eles tem site na net. Diárias a partir de 18 euros. desça na estação rosenthaler platz o nome da rua é weinbergsweg (o metro pára quase na porta )O que visitar: Faça o walktour que dura um dia inteiro por apenas 10 euros, você pode comprar no albergue, lá também tem um passe de apenas 02 euros que te dá direito de conhecer 12 museus municipais, o mais interessante deles é o egípcio. Pegue o ônibus 100 que faz a mesma rota dos ônibus turístico, não deixe de descer no jardim zoológico, no parlamento, no palácio e no potsdamer strabe. Não deixe de ir ao checkpoint charlie, museu dos judeus, e o campo de concentração sachsemhausen (30km ao norte de Berlim). Se você tiver 1 mês para Berlim, olha não vai faltar atrações culturais, garantoO que comer: Nas terças e sextas há uma feira turca (estação maybachufer) onde você pode comer comida turca gastando pouco. Não gosto muito da culinária alemã, então dá difícil de dá dica.Baladas: Para quem gosta de música tecno, Berlim é o que mais tem, uma das melhores é a Tesor. Para quem gosta de um estilo mais mauricinho é melhor procurar do lado oeste. Tem uma bar brasileiro chamado muvuca, cuidado, fui roubada nesse bar, mas apesar disso voltei lá dia seguinte, tem música brasileira.

CASTELOS EM FÜSSEN
Para quem vai para Munique vale a pena passar em Füssen que fica há mais ou menos 1 hora de trem. Na cidade tem um dos castelos mais encantadores de toda a Europa, o Neuchwenstein e um menor o Hoheschwangau. O primeiro inspirou o castelo da Cinderela na Disney. Dá pra comprar um ticket para os dois castelos juntos que ficam bem próximos. Até o trajeto de trem de Munique até Füssen é maravilhoso pois dá pra ver os Alpes Austríacos. Em alguns hotéis em Munique eles vão tentar vender um passeio para estes castelos mas sai bem mais caro e não compensa.

EM HEIDELBERG
Se você tiver oportunidade de ir a Heidelberg, não deixe de visitar o Castelo da cidade que é lindíssimo e em setembro rola a chamada Schlossfestspiele. E ao Kurpfälzisches Museum que fica localizado no centro da cidade. ATRAÇÕES DA CAPITAL
Berlim é linda e vale a pena visitar. Não deixem de ir ao já mencionado Checkpoint Charlie, ir ao mercado turco em Kreuzberg, ao campo de concentração Sachsenhausen em Oranienburg e pegar o ônibus de número 100, que passa na Unten der Linden e você terá oportunidade de ver vários pontos turísticos da capital alemã.

A MARAVILHOSA BERLIM
Berlin merece um capítulo a parte quem quiser saber me manda um email. Mas eu posso adiantar q a cidade é tudo, o lance do muro ainda é muito forte, uma cidade estranha, calma, enorme, linda, moderna. Não deixem de ir na East Side Gallery, no bairro Kreuzberg que é reduto dos turcos lá fica o albergue BAXPAX que é muito legal. E coma muita comida de rua na cidade.

DICAS GAYS
Em Berlin as noites de domingo (Cafe Fatal) e quarta (Hungry Hearts) do clube S036 em Kreuzberg são imperdiveis. O bairro Kreuzberg alias é um dos mais simpáticos para os gays lá que fica o Gay Museum (Schwules). Mas o epicentro mesmo fica em Schoneberg. Confira a programação das boates em revistas q vc pode encontrar no Mann-o-Meter, que fica em frente a estação de metro Nollendorfplatz. MUSEU DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA ALEMÃO
O Deutches Museum em Munique é loucura total. O negócio é gigante e abrange várias áreas das ciências e da tecnologia, da aviação à engenharia, passando pela física, navegação, mineração, tudo, absolutamente tudo. Dá pra passar uma tarde inteira e não ver nem metade do que tem. A lamentar apenas o fato de que boa parte das exposições conta com informações apenas em alemão, nada de english. Deve ser fruto da rivalidade...

MUSEU DE TESOUROS ANTIGOS
Berlim tem muitos museus que valem a pena. Além do pitoresco Checkpoint Charlie já falado, não deixe de entrar no Pergamon. Só recomendo que antes dê uma boa estudada de história antiga, caso não manje muito do assunto. O museu é a casa de tesouros antigos bastante relevantes, como o Altar Pergamon, O Portão do Mercado de Mileto e construções da Babilônia... Mesmo quem não se liga muito em história é impossível que não tenha alguma manifestação diante de construções de milhares de anos como essas... nem que seja um "caralho!"

RATIFICANDO PREÇOS EM MOEDA ANTIGA
O Schönes Wochenende Ticket, que antes da troca da moeda, custava 40DM para viagens em grupos de até 5 pessoas e era válido para o sábado e domingo para viajar por toda a Alemanha em trens mais lentos, agora custa 28€ apenas para um dos dias do final de semana. Um verdadeiro absurdo! Ele é valido entre as 9h da manha até as 3 da madrugada. Quem opta por viajar durante a semana ou aproveitar o fim-de-semana a partir da sexta, pode optar por tickets regionais sob as mesmas condições, só que a 21€. Ele válido somente para a região onde vc o comprou mais as cidades próximas as fronteiras entre os estados. Para saber quais trens é possível usá-los, basta olhar os nomes impressos no ticket. É aconselhável pedir a ao atendente da Deutsche Bahn (companhia de trens alemã) que imprima o trajeto que vc pretende fazer, pois vc ter surpresas como ter que andar de uma estação de trem pra outra na mesma cidade, as vezes debaixo de neve, ou levar quase um dia inteiro de viagem para chegar logo ali. O melhor é sempre procurar o melhor custo-benefício. As vezes pagando-se um pouco mais por um trem mais rápido e poucas conexões é melhor do que perder um dia inteiro fazendo várias baldeações.


O PICO MAIS ALTO DA ALEMANHA É CARO
Para quem pretende ir ao Zugsptitze, o ponto mais alto da Alemanha, com 2996m, 20m mais baixo que o pico da Neblina, terá que desembolsar absurdos 42€. Pra quem não quiser perder a viagem, vale ir ao Alpspitze, que fica 300m mais baixo pela metade do preço. O cenário também é de neve e belas paisagens.

MUDANÇA NO SISTEMA
Sistema preços de trem na Alemanha está mudando a partir de dezembro. Para quem comprar passagem antecipada rola uns descontos legais!

CORRA QUE O FISCAL VEM AÍ - PARTE 2
Perfeita a informação passada pela Magda. Morei um tempo na Alemanha e, semelhante à Áustria, o sistema de transporte deles não possui qualquer espécie de catraca. O pagamento dos ônibus/metrôs/"bondes" é feito sem necessidade de catracas. Realmente existem fiscais, os quais são fáceis de se identificar, mas não acredite que somente esses realizam a fiscalização. Ainda que somente os de fácil identificação atuassem, acreditem, não dá para ficar fugindo assim... Sigam a sugestão da viajante Magda, paguem a passagem. Isso evita transtornos, aborrecimentos e uma bela multa!

BARRIGA DE CERVEJA SE PERDE COM PEDALADAS
Em Munique, o transporte, ônibus, metrô (U-Bahn e S-Bahn) e bondes te levam para todos os cantos. É perfeito. Mas melhor ainda é andar de bike!!! A cidade é a mais plana que já ví, assim como Amsterdam. E lá de bicicleta vc é respeitado, pois há ciclovias em todas as ruas, com sinalização e semáforos apropriados. De bicicleta vc pode conhecer toda cidade, pois de metrô, vc anda por baixo e não vê o caminho que ele fez, além de perder uns quilinhos das cervejas que vai tomar lá (peça a Löwenbrau). Ficar uns 5 dias é o ideal, pois tem muita coisa pra fazer.

OUTROS LOCAIS PARA DANÇAR
Gostaria de complementar a dica que a Juliana informou, sobre locais para dançar em Munich. O local é realmente muito bom, com várias boates para escolher. O nome é KunstparkOst, fica na Grafinger Strasse 6. Quem quiser conhecer melhor, visite http://195.52.219.145/index.phix. Se você estiver em Berlim no mês de julho, não perca a Love Parade. É o maior carnaval de música techno do mundo. É muito divertido... tem até casal pelado andando pela festa, que acontece num dos principais pontos turísticos de Berlim, ao ar livre. Leia mais em www.loveparade.de. E se você quiser continuar a festa, vá de noite para a Ostbahnhof (estação de trem) que todo ano eles fazem uma rave para os viajantes!!

PASSE DE TREM VIA INTERNET
Viva a internet... quem quiser viajar de trem pela Alemanha, pode comprar o ticket direto na internet (achem um internet café!) em www.bahn.de - procure por Surf&Rail (também em inglês) - você compra passagem para muitos lugares com até 60% de desconto. Não esqueçam de ler as restrições quanto à compra!! Ficando mais tempo na Alemanha, pode ser válido comprar um BahnCard, que dá 50% de desconto em todas as passagem dentro da Alemanha. Tem ainda uma opção que você paga pelo cartão 15 euros a mais e ganha mais 25% de desconto em viagens no exterior. Detalhes em
http://www.bahn.de/

CIDADE VIZINHA DA OKTOBERFEST
Quem pretender ir pra Munique, especialmente na época da Oktoberfest, uma opção é parar em Augsburg, uma pequena cidade bem legalzinha distante cerca de 50 minutos de trem. O único problema é que tem que se ligar pra não perder o último trem Munique-Augsburg, na volta da bebedeira.

DORMINDO EM MUNIQUE
E aí rapazeada, se vcs estão pensando em ir para Munique e gastar o menos possível, aí vai uma dica: www.the-tent.com. A The Tent possui boa localização, café da manhã, ducha e td mais... Fiquei dormindo em cama na barraca coletiva, pagando 11 Euros (c/ café e td mais). Aproveitem a barbada...

COMIDA TURCA NA ALEMANHA
Para aqueles que estão indo para a Alemanha pela primeira vez, e além de provar a comida e cerveja alemãs, também queiram provar uma comida "típica alemã" (na verdade a comida é turca), não deixem de comer um Döner Kebap (sanduíche) que vc encontra em qualquer quiosque turco (vc verá milhares pela cidade). Vc não se arrependerá!!! É maravilhoso!!!

VIAJANDO COM DESCONTO
Quem estiver indo para a Alemanha estudar, e também quiser viajar, peça na sua escola, ou curso, a sua carteirinha de estudante (como aqui no Brasil). Com ela vc pode comprar o seu BahnCard em qualquer estação de trem. Com ele vc ganha um belíssimo desconto nas suas viagens. O BahnCard não é muito barato, mas vale a pena se vc for ficar alguns meses por lá. Os descontos na maioria das vezes são de 50% (para viagens dentro da Alemanha). Com a carteirinha de estudante, além de te dar a possibilidade de comprar o BahnCard, vc também ganha descontos em alguns cinemas, teatros, etc, não só na Alemanha, como em outros países. Ela quebra o maior galho. Faça as contas e veja se vale a pena comprar o BahnCard. Falouuu.

ZONA DO MERETRÍCIO EM HAMBURGO
Ao chegar a Hamburgo, no norte da Alemanha, tratei logo de me informar onde aconteciam as baladas. O recepcionista do albergue deu uma risadinha (que fui entender algumas horas mais tarde!) e me indicou uma avenida chamada Repperbahn. Quando lá cheguei, descobri que era a zona do meretrício da cidade, só que muito segura e policiada! Me diverti por horas nos enormes Sex Shops que existem por lá! Sem falar das garotas na rua: uma mais linda do que a outra. O problema é que elas tentam de qualquer jeito te levar para o quarto delas, onde você nunca sabe que surpresa o aguarda! Vale a visita!

ALUGUE UMA BIKE NO ALBERGUE
Berlim é alucinante!! O albergue Backpacker é ótimo! Um bom programa é alugar uma bike no próprio albergue e sair pedalando conhecendo a cidade. De noite, pra quem se amarra num som eletrônico, a boate Tresor é a melhor pedida! Muita doideira!

CERVEJARIA VIAJANTE
Em Munique, não deixe de ir na Hofbrauhausm, a cervejaria mais conhecida pelos turistas. É um ótimo lugar para conhecer outros viajantes (ainda mais se você estiver sozinho, como eu estava). O lugar fecha antes de meia noite, mas é ideal pra encher a cara e partir pra night!

CASAS DE FAMÍLIA
Quem estiver viajando pelo sul da Alemanha vale a pena dar uma olhada nas casas de família, as vezes é mais barato que o Albergue e se consegue sempre um bom quarto e um bom café da manha. Na alta temporada tem que reservar antes, mas na baixa se consegue bem facilzinho um lugar.

BALADA EM COLÔNIA
Quem for para Colônia na Alemanha tem de ir à boate "Das Ding", só tem universitário e o som é muito legal! De terça-feira vá para um bar no AlterMarket chamado Flanagan's a cerveja é só DM 1,00 e a Tequila é DM 2,00, muito barato...

ÓTIMO LUGAR EM BERLIM
Berlim Oriental, tem uma dezena de barzinhos um ao lado do outro, algumas raves, bons restaurantes, mini-salas de teatro com shows imperdíveis de toda parte do mundo.PS: se acordares de ressaca após a farra na Orange Strasse, o passeio pelo Zoológico de Berlim será extremamente relaxante e educativo. Um forte abraço.

CHECKPOINT CHARLIE MUSEUM
Quem for a Berlim não pode deixar de visitar o Checkpoint Charlie Museum! Este museu conta toda a história do Muro de Berlim e exibe muitos detalhes interessantes, como os disfarces e artifícios que os alemãs orientais utilizavam para ultrapassar o muro. É emocionante!!!

ATENÇÃO AOS TICKETS
Um recadinho ao pessoal que está passando (ou querendo passar) pela Alemanha: Quando viajar nos finais de semana, fique atento ao "Schönes Wochenende Ticket"!! Ele vale pra cinco pessoas, custa DM35,00 e tu podes viajar durante o sábado ou domingo por todos os cantos do país. Só tem que prestar atenção que não é válido pra todos os trens (não fazer como eu que embarquei no primeiro trem que apareceu e paguei aquela multa!! Faz parte da aventura... Mas depois dessa, aprendi rapidinho). Pra região de Bayern, tem o "Bayern Ticket" que custa DM40,00, também vale pra cinco pessoas e tu viajas de segunda à sexta- feira, à vontade numa das regiões mais belas da Alemanha. Não é válido pra todos os trens!! Boa viagem amigo!!!

TREKKING
Uma barbada legal é fazer trekkings na região de Garmisch-Partenkirchen no sul da Alemanha (Bayern ou Bavária). É a região dos alpes alemães e se pode fazer ótimas caminhadas passando por lugares impressionantes como o castelo de Neuschwanstein, algumas vilas "perdidas" onde pode-se encontrar os típicos bávaros (velhinhos) com aqueles macacões de couro e chapéu, e que falam dialetos que nem de longe se parecem com a língua alemã. Pode-se chegar até o Zugspitze (ponto mais alto da Alemanha) se fizer bom tempo. Fui no verão e peguei algo em torno de 0ºC por lá. Há vários chalés lá em cima das montanhas também. Os pontos de partida podem ser Munique, Salzburgo, Füssen, onde fica o castelo, ou mesmo Garmisch-Partenkirchen. Agora é só pegar o jaquetão, a bota (resistente à neve), a coragem e boa caminhada!!!

HEIDELBERG
Coma na Mensa, restaurante universitário, muito barato e com um ambiente super legal. A ceva de jarro é barata e extra típica.

BAD URACH
Se você quer conhecer o mais típico alemão, vá para Bad Urach, uma cidade de 10.000 habitantes perdida entre os Schwäbische Alben. De trem é uma hora e meia de Stuttgart. Tem um castelo show, vale a pena se você gosta de trekking.

VERSAILLES NA ALEMANHA
O Castelo do Rei Ludwig II solitário numa ilha do lago Chiemsee (na cidade de Prien) é uma réplica do castelo de Versailles em tamanho reduzido. Para chegar lá, só de barco. No verão, a cidade vira centro de esportes náuticos. No inverno, a ilha tem um bar bem aconchegante e a travessia do lago tem lá seu charme. Se tiver um tempinho, caminhe pelo interior da cidade: há belas florestas e lagos de água cristalina, sempre vigiados pela vista dos alpes austríacos.

DANÇANDO EM MUNIQUE
Para dançar a noite toda fique na última estação antes da Hauptbahnhof (estação central). Há várias discotecas com o melhor do techno. E para aqueles que quiserem mergulhar na cultura alemã, rola até um rockpop nativo. Questão de opção.

NEM TUDO É CERVEJA
Tudo bem. A Baviera, em especial Munique, é conhecida por sua cerveja. Porém, há duas outras bebidas características do lugar: tequila amarela com laranja e canela e "porradinha" de tequila com champagne. Prosit!

PIQUENIQUE COM BOMBAS
O abrigo anti-bombas U Boot Bunker Valentin localizado na beira do rio Weser entre Bremen e Bremerhaven, é o maior para submarinos acima da terra do mundo. O negócio não chegou a ficar pronto, mas se ficasse, a guerra poderia acabar diferente... Três submarinos por mês seriam construídos lá. As paredes de concreto têm nada mais nada menos do que 5 metros de espessura. Para chegar lá basta pegar o ônibus número 70 em Bremen (1 hora de viagem) e descer na parada Rekumer Siel. O abrigo foi bombardeado mas nem parece. É indestrutível. Vale a pena fazer um piquenique lá por perto.

PÔR-DO-SOL NO RENO
Em Düsseldorf você não pode perder o pôr-do-sol na beira do rio Reno. Parece que todos saem da aula e do serviço para passar o final da tarde sentados tomando uma cerveja em algum bar na avenida beira rio (Rheinuferpromenade), que fica na parte velha da cidade (Altstadt).

SEGUINDO A LINHA VERMELHA
Em Hannover a melhor forma de se conhecer a cidade é seguir a linha vermelha, pintada na calçada, e que começa na Hauptbahnhof (estação central). Ela leva aos principais pontos da cidade em mais ou menos 2 horas, e termina no mesmo local onde começou. É muito difícil se perder. Não deixe de subir na torre da prefeitura (Rathaus) e ter a melhor vista da cidade e do lago. No tourist office você pode conseguir um mapa mais detalhado das atrações com fatos sobre os pontos turísticos da linha vermelha (em inglês e alemão).



Para não cair em roubadas




SIGHTSEEING EM BERLIM
Se alguém for a Berlim e estiver disposto a fazer um passeio naqueles ônibus sightseeing, fujam de uma empresa ( a maior da cidade) com ônibus amarelos com um símbolo circlesightseeing. Ao adquirir o bilhete (que lhe dá o direito de subir e descer quantas vezes quiser) eles lhe vendem a informação de que os passeios são até as 18h, mas se você tentar embarcar em um dos veículos às 17h30, por exemplo, vai ouvir de uma maneira muito ignorante dos motoristas alemães que já encerrou a rota. E não adianta tentar argumentar, eles são grossos, estúpidos e praticamente lhe expulsam do veículo. Fiquei em ponto turístico distante do hotel num dia de chuva.

SEM TICKET NO METRÔ
É uma grande roubada tentar andar de graça nos metrôs da Alemanha. Se o fiscal pegar, e eles não andam uniformizados e sim á paisana, a multa é enorme, e a bronca maior ainda. Berros e gritos e ameaças. Vi isso bem de perto em Berlin, aconteceu no vagão que eu estava, além do que a pessoa é retirada do trem e a bronca continua, não sei até quando.

NEO-NAZISTAS EM BERLIM
Para quem quer visitar Berlim, recomendo que tomem cuidado nas ruas à noite. Não parece, mas tem muitos neo-nazistas loucos para espancar um estrangeiro. O que aconteceu foi o seguinte: estava voltando para casa que estava hospedada quando percebi que alguém caminhava logo atrás de mim. Quando me virei rapidamente para ver quem era, putz! Um skinhead, vestido de preto como de costume. O cara começou a correr, pois queria me bater, claro! Como já tinha sido avisada, comecei a correr e a gritar. Por sorte o povo alemão adora uma confusão, e logo as janelas dos aptos estavam cheias de gente. A minha sorte foi que apareceram três punks, e socaram o cara. Ufa! Tomem cuidado ao andar na rua, independente de raça cor ou credo, os caras sacam que você é estrangeiro. Neo-nazistas nunca "atacam" sozinhos, mas nesse caso eu estava sozinha. Já com os punks, fique relaxado, se você não mexer com eles, eles não mexem com você, e de quebra podem salvar tua pele, não porque eles gostam de estrangeiros, mas porque odeiam skinheads e afins.

RUAS COM O MESMO NOME
Em Berlim, há três ruas com o mesmo nome: Potsdammer Strasse. Há uma rua com esse mesmo nome também em Teltow (cidade satélite de Berlim). Cuidado ao fazer reservas: eu reservei um quarto num hotel de Teltow (longe do centro de Berlim 40 minutos de trem) pensando que era na Potsdammer St do centro.

CUIDADO ALBERGUES NA ALEMANHA
Muito cuidado na Alemanha com os albergues, pois sei de gente que foi roubada à noite. Um rapaz da minha família e a namorada dele estavam dormindo e deixaram as mochilas no chão, o quarto era só deles, mesmo assim alguem abriu a porta à noite, tirou todo o dinheiro deles, a mochila nova e a câmera digital. Deixaram os cartões de crédito e os passaportes, ladrões bonzinhos.... Cuidado com a mochila à noite, ponha tudo de valor de baixo do travesseiro.

ALBERGUE FECHADO EM BERLIM
Sabe o Albergue independente ABC, Rheins-berger Strasse, 78 em Berlim?? Pois é, ele fechou!!! Cheguei lá em outubro de 2005, com malas nas costas tarde cansado e o bagulho fechou!

HORÁRIO DE TRENS
Esse papo de que trem na Europa é pontual, que não atrasa... tudo papo furado! Nem na Alemanha os trens chegam no horário. Nunca planeje viagens contando que o trem vai chegar exatamente na hora marcada... perdi varias conexões de trens porque o trem que eu estava chegou mais de meia hora atrasado na estação e não deu tempo de pegar o outro...

VER URSINHOS POR 3 DÓLARES
Em Munique, na Marienplatz que é uma das praças principais da cidade vimos um tipo de relóginho embaixo de uma torre e resolvemos entrar pra ver o que tinha. Vimos uma enorme escada em caracol e fomos subindo por curiosidade. De repente uma mulher veio correndo atrás da gente dizendo que aquilo era um museu e custava 3 euros. Pagamos e descobrimos que apenas tinha uns ursinhos numas prateleiras pequenas. Deu muita raiva de ter jogado 3 euros fora... ainda tive de ouvir um monte de uma menina muito chata que estava comigo...

NÃO FIQUE NO ÚLTIMO VAGÃO
Quando em minha trip pela Europa no inverno viajando de trem, sempre gostava de ficar nos últimos vagões por superstição minha... Já na Alemanha durante a madrugada o trem fez um stop em uma estação só que o trem demorou muito tempo parado nesta estação e quando descobrir o trem já havia ido embora e o vagão que eu estava ficou parado nesta estação. Isto ás 03:00 da manhã com -6º graus negativo e tudo deserto e fechado... tive que esperar até ás 06:20 para pegar um outro trem... que roubada!!!!!



26 comentários:

Misael disse...

Puxa, lí todo o artigo, falam de quase tudo, historia; hitler; campo de concentração; judeus; gays e lésbicas, aliás muita informação sobre este assunto, chega a ser repetitiva. Fala dos romanos, vida noturna, dicas de viagens, transporte, albergues, do povo em geral, punks ou funks. Mas nunca ví coisa igual, sem falar na religiosidade do povo, o lado cristão, algo sobre missas e reuniões dos luteranos maioria neste País, e das igrejas verdadeiros monumentos de arquitetura, lastimável. Não falar em Lutero, o reformista cristão, na devoção dos alemães, é como ir a Roma e não falar no Papa e no Vaticano. LAMENTÁVEL, uma falha grosseira.

Anônimo disse...

Medusa: Adorei o blog. Estou planejando ir a alemanha no meio do ano e as dicas foram MUITO IMPORTANTE!

Anônimo disse...

MARAVILHA DE SITE. QUANDO SE FAZ UMA VIAGEM DESSA, VC DESEJA SABER DICAS PRECIOSAS COMO ESTAS, POIS OUTRO TIPO DE INFORMAÇÕES, TAL COMO LUTERO E COISAS AFINS, PODEMOS PROCURAR NOS MUSEUS E LIVROS. OBRIGADA.

Larissa Rulda disse...

Pelo amor de Deus! O site é interessante, mas impossível ler até o final. A fonte vermelha acaba com a saúde de qualquer um!

Anônimo disse...

Misael vai encher o saco de outro. Parece até um professor de história recalcado bitolado em Lutero. E todas as informações que estão postadas não serviram de nada???? Faça me o favor!!!

Paulinha disse...

EXCELENTE, adorei suas dicas, mas, vou confessar...foi um pouco cansativo, todavia, o texto está bem informativo. Obrigada pela colaboração, pois devo ir à Alemanha curtir as férias em Agosto. Gostaria de saber quanto dias devo planejar para estar lá, mas, considere um período de até 20 dias, o que posso fazer? dá para conhecer bem? o que você acha? quantos dias passar em cada lugar?
Muito obrigada! Abraços!

Anônimo disse...

Muito boa as informacoes, com certeza vao me ajudar muito, alem de nos safar de umas roubadas.

So a letra vermelha dificulta um pouco a leitura.

Agora achar ruim o blog todo pq nao fala de informacoes de Lutero ou qq outra coisa eh brincadeira ne?

CONGREGAÇAO EVANGÉLICA LUTERANA CASTELO FORTE disse...

Muito bom o blog. Uma pena que não nos trouxe nada sobre a rota de Lutero ou algo relacionado com a reforma protestante.
Schade!

Anônimo disse...

Interesting blog! Is your theme custom made or did you download
it from somewhere? A design like yours with a few simple adjustements would really make my blog stand out.
Please let me know where you got your design.
Thanks

Also visit my blog 200.0.156.162

Anônimo disse...

I am not sure where you are getting your information, but great
topic. I needs to spend some time learning more or understanding more.
Thanks for magnificent information I was looking for this info for my mission.


My weblog; Semenex Review

Anônimo disse...

Neat blog! Is your theme custom made or did you download it
from somewhere? A design like yours with a few simple adjustements would really make my blog shine.
Please let me know where you got your design. Cheers

Also visit my web site http://www.ocobiomedical-la.com/this-is-a-test

Anônimo disse...

Hi there Dear, are you really visiting this web site
daily, if so afterward you will without doubt take pleasant
know-how.

my website :: buy alta white

Anônimo disse...

Hello there! I know this is somewhat off topic but I was wondering which blog platform are you using for this website?
I'm getting sick and tired of Wordpress because I've had problems with hackers and I'm looking at alternatives for another platform. I would be great if you could point me in the direction of a good platform.

Feel free to surf to my web site; http://poesdeadlydaughters.blogspot.com/

Anônimo disse...

What's up colleagues, how is all, and what you want to say on the topic of this piece of writing, in my view its really remarkable in support of me.

My page :: xtremeno

Anônimo disse...

My relatives every time say that I am wasting my time here at net, but I know I am getting knowledge everyday by reading such fastidious articles.


my web site: Too many Carbs

Anônimo disse...

It's a shame you don't have a donate button!
I'd definitely donate to this brilliant blog! I guess for now i'll settle for book-marking and adding your RSS feed to my Google account.
I look forward to new updates and will share this blog with my Facebook group.
Chat soon!

Here is my web site: provillus

Anônimo disse...

I every time spent my half an hour to read this website's articles all the time along with a cup of coffee.

Also visit my site - snorezip

Anônimo disse...

Wow, superb blog format! How lengthy have you been running a blog
for? you made running a blog glance easy. The whole glance of
your web site is great, let alone the content material!

Here is my weblog: pecin2004.wz.cz

Anônimo disse...

I know this if off topic but I'm looking into starting my own blog and was wondering what all is needed to get set up? I'm assuming having a blog like yours would cost a pretty penny?
I'm not very web smart so I'm not 100% positive.
Any suggestions or advice would be greatly appreciated.
Kudos

Have a look at my web page :: revitolproducts.weebly.com

Anônimo disse...

great submit, very informative. I'm wondering why the opposite specialists of this sector don't
understand this. You must proceed your writing.
I'm sure, you've a great readers' base already!

Also visit my web-site ... hgh Energizer

Anônimo disse...

Outstanding post however I was wondering if you could write a
litte more on this subject? I'd be very thankful if you could elaborate a little bit further. Thank you!

Take a look at my website :: tinnitus control

Anônimo disse...

I just couldn't go away your site prior to suggesting that I actually loved the standard info a person provide for your guests? Is going to be back regularly to investigate cross-check new posts

Feel free to surf to my web page venapro in walgreens

Anônimo disse...

Wow, wonderful blog layout! How long have you been blogging for?
you made blogging look easy. The overall look of your website is great, as well as the content!


Feel free to surf to my website ... message.diigo.com

Anônimo disse...

I go to see everyday some web pages and sites to read
articles or reviews, except this web site offers quality based writing.


Also visit my weblog - phallosan.orbs.com

Anônimo disse...

Nice post. I learn something totally new and challenging on blogs
I stumbleupon everyday. It will always be helpful to read through articles
from other authors and practice a little something
from other websites.

my web-site male enlargement (http://www.eliotpdx.org/user.php?login=jaydenmcc)

Anônimo disse...

Hey there would you mind sharing which blog platform you're working with? I'm going to start my own
blog soon but I'm having a difficult time selecting between BlogEngine/Wordpress/B2evolution and Drupal. The reason I ask is because your layout seems different then most blogs and I'm looking for something completely unique.
P.S Sorry for getting off-topic but I had to ask!

Feel free to visit my page ... buy idol lip []